Andersen. Again?

  O perseverante soldadinho de chumbo é um conto de fadas? Ele não tem príncipe garboso, nem termina com “foram felizes para sempre”.

Ah! Mas tem tanta fantasia…

Ao mesmo tempo é metáfora para o que acontece na vida real. A trama pode ser vista como circular, simbólica, reafirmando a tese de que nada vai sem volta, de que o começo está perto do final, de que a partida está ligada à chegada.
O herói é alguém tão, tão simplizinho, é um soldado; e sequer é um soldado real, mas um pedaço de chumbo na forma de um. E nem foi feito direito, faltou chumbo e ficou só com uma perna.
Esse personagem ordinário, entretanto, mostra aquela coragem ainda mais admirável por despontar apesar do medo. É justamente a valentia de superar vicissitudes, mesmo quando se sente medo e frágil, a verdadeira coragem.
O que há de novo nesse tão conhecido conto escrito por Hans Christian Andersen no século XIX?
É a história dessa edição de 2011 que faz dela algo significativo na Literatura Brasileira. E na arte.

Traduzida diretamente do dinamarquês e com projeto gráfico de Livro Álbum, a nova versão do conto foi concebida no âmbito de um projeto da Sociedade Amantes da Leitura. A publicação foi possível graças ao talento e ao compromisso do escritor Tabajara Ruas e da artista plástica Jandira Lorenz, assim como ao entusiasmo e profissionalismo da equipe da Peirópolis, que graciosamente editou a obra.
O lançamento do livro ocorreu na Biblioteca Barca dos Livros, no dia 02 de abril de 2011, durante as comemorações do Abril com Livros. Este programa, que abarca o projeto de publicação de uma coleção de contos de Andersen (o primeiro foi O Patinho Feio) é realizado anualmente desde 2005, no dia Internacional do Livro Infantil, que comemora a data de nascimento de Hans Christian Andersen.
Neste Perseverante Soldadinho de Chumbo, os desenhos e colagens conversam com o texto leve e poético de Tabajara Ruas, sobre o boneco de chumbo perdido de amores por uma bailarina de papel, sobre seu salto involuntário pela janela e uma perigosa jornada pelo desconhecido.  Tabajara Ruas, como sócio fundador da Sociedade Amantes da Leitura, cedeu os direitos da tradução para a sociedade e Jandira Lorenz, conceituada artista plástica de Santa Catarina, presenteou a biblioteca com os originais das ilustrações.

por: Nadir Ferrari

Título: O Perseverante Soldadinho de Chumbo
Autor: Hans Christian Andersen
Tradução: Tabajara Ruas
Ilustração: Jandira Lorenz
Editoria: Peirópolis

Anúncios
Esse post foi publicado em Nas águas da Literatura, Sugestões de Leitura e marcado , , por NEP. Guardar link permanente.

Sobre NEP

O Núcleo de Estudos e Pesquisas da Barca dos Livros é responsável pela análise do acervo, planejamento, produção e execução de materiais de divulgação, análise e crítica de livros em diferentes suportes (jornais, internet, rádio, televisão) As ações do Grupo de Estudos e Pesquisas buscam estabelecer uma linha interdisciplinar entre a literatura e outras áreas, promovendo práticas leitoras voltadas para a natureza das múltiplas linguagens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s