Quinta Literária Especial: O Primeiro Hamlet

O professor de Literatura Inglesa da UFSC e tradutor José Roberto O’Shea é o convidado especial do grupo de leitura da Barca dos Livros nesta quinta-feira, dia 9 de dezembro, às 19:00. José Roberto tem sido o “mentor” (ainda que à distância) do grupo que dedicou este ano de 2010 à leitura de diversas obras de Shakespeare. Nesta quinta, José Roberto fará o lançamento de seu mais recente trabalho: a organização e tradução d’O Primeiro Hamlet.

“O PRIMEIRO HAMLET (1603) é a peça A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca tal como teria sido encenada pela primeira vez. Embora seja um dos textos mais analisados de toda a literatura ocidental, um fato básico costuma ser ignorado: a existência de três Hamlets – a saber, o Primeiro In-quarto (Q1) (1603), o Segundo In-quarto (Q2) (1604-5) e o Fólio (F) (1623).

As diferenças mais óbvias entre as três versões dizem respeito à extensão, estrutura, caracterização e nomes dos personagens, e às rubricas. Em termos de extensão, Q1 é a versão mais curta; Q2, por seu turno, é um pouco mais longo do que F. Quanto à estrutura, a principal diferença é a presença de uma cena entre Horácio e Gertred exclusiva a Q1, a Cena 15, crucial para a caracterização da Rainha, que aqui se posiciona ao lado do filho, contra o marido. Com menos falas em Q1 do que em Q2 ou F, o Príncipe se mostra menos reflexivo e mais focado na vingança do que é o caso nas versões mais longas.

São também evidentes as diferenças dos nomes dos personagens: por exemplo, Polônio, em Q1, chama-se Corambis e Gertrudes é Gertred. Outra particularidade de Q1 são as rubricas, ais “teatrais” do que as que constam do Q2 ou do F. As diferenças entre Q1, Q2 e F não devem ser vistas como acidentais; antes, resultam de impulsos criativos que visam à construção de textos dramáticos com funções específicas. As três versões de Hamlet têm autoridade porque foram publicadas e “consumidas” no início do século XVII, porque serviram de base para o trabalho de atores e foram recebidas por plateias em montagens realizadas no período Elisabetano-Jaimesco.”

Os sócios e amigos da Barca estão convidados a participar deste evento.

Anúncios
Publicado em Notícias por Barca dos Livros. Marque Link Permanente.

Sobre Barca dos Livros

A Barca dos Livros é uma biblioteca comunitária, mantida pela Sociedade Amantes da Leitura, com sede na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, que defende a importância da leitura para o desenvolvimento comunitário e individual. Desde o ano de 2009 é reconhecida como Ponto de Cultura. Tem como missão facilitar o acesso ao livro e à leitura através do atendimento diário e gratuito à comunidade, promovendo a formação de leitores e de mediadores de leitura. Funcionamento: Terça-feira a sábado, das 14h às 19h. Telefone: 48 3879.3208 Contribua com a Barca dos Livros! Banco do Brasil, Ag. 3185-2 – CC 13.058-3. CNPJ 06 022 478/0001-07. Beneficiário Sociedade Amantes da Leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s